17 setembro 2014

Técnicas de Congelamento de alimentos

Oi meninas, bom dia!!!!

Hoje em dia, é tão ruim ficar fazendo comida diariamente, principalmente para quem é recém-casada, trabalha o dia todo fora e não tem empregada doméstica!!! É o meu caso. Alguém mais se identifica?

Por isso, a tendência por conta da correria do dia-a-dia é fazer com que usemos cada vez mais alimentos industrializados, prontos para o consumo e cada vez menos alimentos frescos. 

Aqui em casa, costumo cozinhar aos finais de semana, e congelo as porções para serem usadas durante a semana. Isso me ajuda bastante, até porque eu moro um pouco longe do trabalho, chego  em casa muitas vezes cansadas... E se eu fosse esperar toda vez descongelar a comida para que eu pudesse cozinhar, ia acabar desistindo, tenho certeza!

Pensando nisso, resolvi pesquisar um pouquinho e falar sobre técnicas de congelamento de alimentos. O congelamento de alimentos é mais uma facilidade da vida moderna. Ele auxilia na tarefa de cozinhar pois, depois dos alimentos prontos e congelados, é muito mais fácil de nós criarmos um prato bem gostoso. Além disso, é possível programar as refeições da semana, tendo sempre à mão uma comidinha feita em casa e bem mais saudável, com economia de tempo e dinheiro.

Fonte: Google

Algumas dicas sobre essa técnica: 

O congelamento não melhora a qualidade inicial dos alimentos, apenas os mantém. 

Uma dica importante na hora de comprar alimentos congelados, é observar se há acúmulo de gelo entre o produto e a embalagem, isto é sinal de que houve um descongelamento e posterior recongelamento. Não compre! 

Resfrie rapidamente os alimentos que foram preparados a quente ou que estão em temperatura ambiente antes de irem para o freezer.

Congele sempre que possível, porções menores de alimentos, pois isto facilita o resfriamento, o descongelamento e o consumo.


Etapas do congelamento

  1. Separe alimentos de boa qualidade e limpos;
  2. Faça os procedimentos necessários para cada tipo de alimento (veja abaixo);
  3. Coloque em embalagens adequadas como potes plásticos, de vidro ou sacos plásticos próprios para alimentos, em quantidades pequenas, ideais para o consumo de uma refeição;
  4. Identifique com uma etiqueta contendo data que o alimento foi colocado no freezer;
  5. Coloque no freezer na temperatura adequada, abaixo de 18º C;
  6. Conserve os alimentos congelados numa temperatura de -18ºC por até 3 meses;
  7. Nunca recongele os alimentos.
http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Corpo/alimentos6.php
- Sopas e ensopados congelados
Ao preparar sopas e ensopados para congelar, refogue as carnes com os temperos, acrescente os legumes e só depois o macarrão, que deve ser cozido por três minutos apenas, para não ficar muito mole. Coloque a panela em recipiente com água gelada para interromper o cozimento e esfriar.
Distribua em potes plásticos, em porções que possam ser consumidas em uma única refeição. Armazene no freezer por até três meses.

http://bbel.com.br/arquivo/post/como-conservar-alimentos
- Congelamento de massas como lasanha, canelone e rondelli
Monte a lasanha, o canelone ou o rondelli em um refratário forrado com papel filme.
Substitua o amido de milho por farinha de trigo, no caso de usar molho branco, pois a consistência fica melhor com o descongelamento.
As massas podem ser congeladas cruas ou já assadas, no refratário em que foram montadas.
Se preferir, após duas horas de freezer, retire do recipiente e embale em saco plástico, retirando o excesso de ar. Conserve-as congeladas por três meses.

- Assados: praticidade no preparo e congelamento
Sempre que for preparar carnes assadas, aproveite a temperatura do forno e asse vários pedaços de uma só vez.
Após o preparo, você pode congelá-las e consumir sempre que quiser, com toda praticidade.
Deixe esfriar e embale o assado inteiro ou fatiado, em sacos ou potes plásticos com tampa.
O molho pode ficar junto ou em potes separados. Os assados poderão ficar congelados por dois ou três meses.

- Congelamento de frutas
As frutas devem ser limpas e os caroços devem ser retirados. Armazene as frutas na quantidade exata que você ou sua família consomem. Coloque uma etiqueta com os dados descritos acima e coloque na embalagem. As frutas congeladas devem ser consumidas em preparações como bolos, tortas, vitaminas, sucos, entre outros.

- Congelamento de hortaliças
Para congelar hortaliças é necessário usar uma técnica chamada branqueamento, que melhor conserva as características como sabor, cor, textura, além de provocar também uma diminuição na atividade enzimática e na proliferação de bactérias.
O branqueamento se refere à lavagem correta das hortaliças, onde devem ser separadas partes estragadas. Em seguida, deve-se submergir o alimento em água fervente e rapidamente colocá-lo em água fria, para que ocorra o choque térmico. Depois disso, você pode colocar em saquinho plásticos ou em potes adequados.

- Congelamento de carnes
As carnes, bem como aves e peixes, devem ser limpas e as partes não comestíveis (como a gordura excedente) devem ser retiradas. Esses alimentos devem ser armazenados na quantidade em que serão consumidos. Eu costumo, cortar em tiras de bifes, cubinhos para cozidos e separo em saquinhos anotando que tipo de carne é, e a data que eu armazenei.
http://www.starcursos.com/cursos/congelamento-de-alimentos/
Alimentos que não devem ser congelados
Ovo com casca, maionese, chantilly, iogurte, pêra, verdura de folha, pudins em geral, tomate, batata, pepino, salsão, creme de leite, queijos cremosos, macarrão sem molho, cremes engrossados.

Descongelamento
Os alimentos devem ser descongelados sempre colocando o alimento no refrigerador, em forno de microondas ou em temperatura ambiente por no máximo 4 horas, sob embalagem adequada.

Meninas, espero que vocês tenham gostado das dicas sobre essa técnica. Como vocês fazem para congelar os alimentos em casa? Me contem nos comentários. 

Beijos grandes e uma ótima quarta-feira!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário